Ecoturismo: como aproveitar da melhor forma?
Ibama completa 29 anos.
Aquecimento global aumenta o número de tartarugas marinhas fêmeas.
Planeta Unimed

Planeta Unimed Aquecimento global aumenta o número de tartarugas marinhas fêmeas.

Aquecimento global aumenta o número de tartarugas marinhas fêmeas.

O aquecimento global tem alterado o número de populações de tartarugas marinhas fêmeas. Essas alterações começaram a tomar proporções extremas, 99% de uma das maiores populações de tartarugas-verdes do mundo, localizada na parte norte da Grande Barreira de Coral na Austrália, são fêmeas.

O aumento da temperatura é estimado em 2,6 graus até o ano de 2100 e, neste caso, duas situações podem ocorrer: o nascimento exclusivo de tartarugas fêmeas ou de um alto número de mortalidade das tartarugas antes de nascerem.

As tartarugas-verdes estão ameaçadas de extinção. O sexo desta espécie é definido conforme a temperatura da região durante a incubação dos ovos na areia. Este fenômeno confirma algumas previsões a respeito do impacto resultante do aquecimento global.

A esperança, quando foi previsto que este fenômeno poderia acontecer, estaria na hipótese de as tartarugas procurarem um local com temperatura fria para se protegerem do calor, porém ocorreu a situação contrária.

Os dados são preocupantes, pois, se o número de tartarugas fêmeas continuar a aumentar frente ao número de tartarugas macho pode ocorrer uma extinção futuramente.

Aquecimento global, o resultado de diversos maus hábitos e atitudes que podem ser evitadas. Procure saber mais sobre o aquecimento global e faça a sua parte para que possamos ter um mundo cada vez melhor e, talvez, poder reverter os problemas atuais relacionados ao meio ambiente.